País

Assalto poderá ter estado na origem do esfaqueamento mortal no Metro de Lisboa

PJ já está na posse de imagens de videovigilância.

Um assalto ou acerto de contas poderá ter estado na origem do homicídio de um jovem menor de idade, esta quarta-feira, na estação de Metro das Laranjeiras, em Lisboa, após ser esfaqueado por dois homens.

De acordo com testemunhas que estavam no local, que a Polícia Judiciária já inquiriu, o jovem terá sido morto por uma facada na zona do pescoço, à entrada da estação, e por uma segunda facada no abdómen, quando já estava junto à linha do Metro.

À SIC, testemunhas do homicídio relatam que poderá ter-se tratado de um “assalto” ou “acerto de contas”, já que, depois da primeira facada, os dois homens suspeitos entraram atrás da vítima na estação das Laranjeiras.

O Metropolitano de Lisboa já cedeu as imagens de videovigilância à polícia, estando a PJ a cargo das investigações.

Os dois homens suspeitos estão em fuga.

A estação de Metro das Laranjeiras foi encerrada ao público, estando o Metro a circular sem lá parar. Não há ainda previsão de quando será retomado o normal funcionamento, já que continuam a decorrer perícias no local.

  • Esqueçam o atrás...

    Tenham noção

    O recado de Rodrigo Guedes de Carvalho sobre redundâncias. Tenham noção que dizer ou escrever "há cinco anos atrás", "subir para cima" ou "descer para baixo" é desnecessário.

    SIC Notícias