País

Libertados 37 membros dos Hells Angels que estavam em prisão domiciliária

Ina Fassbender

Tribunal de Loures considerou não ser possível terminar o julgamento antes de atingido o prazo máximo da prisão domiciliária.

Os 37 membros dos Hells Angels que estavam em prisão domiciliária foram esta segunda-feira colocados em liberdade.

Vão aguardar o resto do julgamento que arrancou há menos de dois meses livres de qualquer medida de coação.

O Tribunal de Loures considerou não ser possível terminar o julgamento antes de atingido o prazo máximo da prisão domiciliária, por isso, ordenou a libertação imediata dos 37 arguidos esta segunda-feira.

O processo tem, ao todo, 88 arguidos, acusados de associação criminosa, tentativa de homicídio, ofensa à integridade física, extorsão, roubo, tráfico de droga e posse de armas e munições.

Em causa estão vários crimes relacionados com guerras entre dois gangues de motards.

Saiba mais