País

Orçamento Regional dos Açores para 2022 será aprovado

Ameaça de chumbo do Chega não se verifica, com José Pacheco a votar ao lado do PSD, CDS-PP, PPM e Iniciativa Liberal.

O Orçamento regional dos Açores para 2022, que esteve sob a ameaça de não passar depois da posição anunciada pelo Chega, acaba por ser aprovado esta quinta-feira.

A direção nacional do Chega pediu, na semana passada, ao partido nos Açores para retirar o apoio ao Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM), mas o deputado único do Chega, José Pacheco, anunciou dias depois no Parlamento açoriano que iria votar a favor do Orçamento Regional para 2022 porque "o Governo aceitou as condições estabelecidas" e "o respeito exigido foi alcançado".

"O respeito que exigimos foi alcançado. Será retribuído. Visto o Governo ter aceitado as condições estabelecidas no processo negocial em curso, o Chega vai votar favoravelmente, a bem da estabilidade, da minha terra e de todos os que confiaram em mim", afirmou José Pacheco.

O Plano Regional dos Açores para 2022 acaba por ser aprovado na generalidade, com 29 votos a favor, dos deputados do PSD, CDS-PP, PPM, Iniciativa Liberal, Chega e o deputado independente, anteriormente ligado ao partido de André Ventura.

Desta forma, prevê-se igual votação no Orçamento para a mesma região, correspondente a 2022.

O deputado do Chega, José Pacheco, referiu esta quarta-feira, nas intervenções finais na Assembleia Regional, que as exigências ao Governo Regional foram alcançadas, pelo que irá votar a favor do diploma.

As matérias que o Chega exigia serem avaliadas correspondem a questões de corrupção, fiscalização e relacionadas com o Rendimento Social de Inserção.

SAIBA MAIS