País

Relação manda prender arguidos libertados por Ivo Rosa

Relação manda prender arguidos libertados por Ivo Rosa

Desembargadores contrariam ainda o magistrado do Tribunal Central de Instrução Criminal que tinha recusado levar a julgamento o chef de cozinha Ljubomir Stanisic.

O Tribunal da Relação ordenou a prisão preventiva de dois arguidos, um deles agente da PSP, que o juiz Ivo Rosa tinha mandado libertar há um ano.

Os dois homens são considerados os principais suspeitos do processo conhecido como Operação Dupla Face, que investigou uma alegada rede ligada ao crime violento e tráfico de droga, na zona da Grande Lisboa.

Na decisão instrutória, Ivo Rosa tinha também deixado cair o crime de associação criminosa, mas essa decisão foi igualmente revogada agora pelos juízes da Relação, na sequência do recurso do Ministério Público.

No acórdão desta quinta-feira, a que a SIC teve acesso, os desembargadores contrariam ainda o magistrado do Tribunal Central de Instrução Criminal que tinha recusado levar a julgamento o chef de cozinha Ljubomir Stanisic, pelo crime de corrupção ativa.

De acordo com o Ministério Público, Stanisic foi apanhado nas escutas do processo a pedir ajuda a um dos polícias que estava a ser investigado para contornar o bloqueio na ponte, decorrente do estado de emergência, em troca de três garrafas de vinho.

Ivo Rosa entendeu que as escutas não eram válidas e que não havia prova suficiente, mas a Relação diz o contrário e manda Ljubomir para julgamento.

Últimas Notícias
Mais Vistos