País

Gabinetes nacionais da Interpol e da Europol vão sair da alçada da PJ

CRÉDITOS: TIAGO HENRIQUE MARQUES/LUSA
CRÉDITOS: TIAGO HENRIQUE MARQUES/LUSA
Proposta de lei do Governo prevê a integração das duas polícias no Ponto Único de Contacto para a Cooperação Policial Internacional.

Os gabinetes nacionais da Interpol e da Europol vão sair da alçada da Polícia Judiciária (PJ) e serão transferidos para o Sistema de Segurança Interna - entidade sob tutela do primeiro-ministro.

A proposta de lei do Governo prevê a integração das duas polícias no Ponto Único de Contacto para a Cooperação Policial Internacional, mas conta com reservas da própria PJ e dos representantes dos funcionários de investigação criminal.

Ficou acordado que apenas os inspetores da Polícia Judiciária terão acesso à informação classificada proveniente da Interpol e da Europol.

Os partidos já reagiram e pedem ao Presidente da República que não deixe passar a proposta de lei ou envie o documento para o tribunal constitucional.

Últimas Notícias
Mais Vistos