País

Quatro detidos em operação especial da PSP em Leiria

Cerimónia comemorativa do 154.º aniversário do Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública, no Palácio da Ajuda, em Lisboa.
Cerimónia comemorativa do 154.º aniversário do Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública, no Palácio da Ajuda, em Lisboa.
RODRIGO ANTUNES

Operação foi realizada num estabelecimento de diversão noturna e nas suas imediações.

Segundo uma nota de imprensa, a operação policial desenrolou-se entre as 00:30 e as 05:00, num estabelecimento de diversão noturna no concelho de Leiria, "com vista à deteção de grupos de risco que habitualmente frequentam aquele estabelecimento, com o objetivo de prevenir a criminalidade e aumentar o sentimento de segurança".

No decurso da ação foram detidos quatro homens, com idades entre os 35 e os 63 anos, pelos crimes de posse de arma proibida e condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool.

Foi ainda apreendido produto estupefaciente a um homem, no âmbito do regime contraordenacional, tendo outro, estrangeiro, sido notificado para abandonar o território nacional por se encontrar em situação irregular.

A PSP revela que foram também elaborados vários autos de contraordenação por infrações rodoviárias nas imediações do estabelecimento.

Estiveram empenhados nesta operação um total de 50 operacionais e 15 viaturas, com recurso às valências de intervenção rápida, fiscalização, investigação criminal e trânsito.

A OEPC contou com o reforço da Unidade Especial de Polícia, nas vertentes corpo de intervenção e grupo operacional cinotécnico, lê-se ainda no comunicado.

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica e o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras também participaram nesta operação, desenvolvendo diversas ações de fiscalização nas respetivas áreas de competência.

O Comando da PSP sublinha que mantém "especial atenção a este e qualquer outro fenómeno que afete a segurança dos concidadãos" e apela "a toda a população para a necessidade de comunicação e participação às autoridades de quaisquer atitudes e comportamentos que considerem suspeitos, pois será um forte contributo para o combate ao crime de modo mais eficaz e, assim, incriminar os seus responsáveis".

Últimas Notícias
Mais Vistos