País

Quartos mais caros no Porto: preço aumentou 74 euros face a 2021

Loading...
Em semana de início das aulas, muitos alunos ainda não têm alojamento.

Encontrar uma casa é por estes dias o desafio de milhares de universitários, uma vez que há menos quartos e os preços estão mais altos. Esta semana as aulas já começaram mas nas grandes cidades ainda há estudantes que não têm onde morar.

A Associação de Estudante da Faculdade de Ciências do Porto criou uma plataforma online de apoio ao estudantes, onde reúne oferta de arrendamento de casas e quartos. Andreia Fonseca, presidente desta associação garante que há muitos alunos à procura de alojamento e revela que diariamente lhe chegam vários pedidos de ajuda nesse sentido.

Porém, nem esta ajuda parece ser suficiente para suprir as necessidades dos milhares de alunos que procuram habitação. A oferta é reduzida e a pouco existente, excede o orçamento da grande maioria. Segundo relatos de muitos alunos, quando as ofertas são mais comportáveis, nem sempre as condições são as melhores.

Foi precisamente na cidade do Porto, que os preços médios de um quarto mais aumentaram. Face a 2021, o valor sofreu um aumento de 74 euros, passando de 250 euros para 324.

Em Lisboa, à semelhança do que acontece na cidade invicta, os preços também aumentaram. Atualmente arrendar um quarto na capital custa em média aos estudantes, 381 euros, mais 57 que no último ano.

Assiste-se nos dias de hoje a uma redução do número de quartos disponíveis para universitários em comparação com o ano passado. Muitos das habitações que antes eram arrendadas a estudantes, foram agora convertidas em alojamentos locais.

Governo já anunciou reforço do Plano Nacional para o Alojamento

Face a estas dificuldades vividas pelos alunos universitários, o Governo já anunciou um reforço no Plano Nacional para o Alojamento, e a meta é 2026. Uma data longínqua que não resolve, para já, os problemas existentes.

Existe um risco de muitos alunos ficarem sem alojamento, uma vez que aliada a esta situação, as residências universitárias têm apenas 15 mil camas para um total de alunos deslocados superior a 100 mil.

Últimas Notícias
Mais Vistos