País

Médicos de família queixam-se de falhas informáticas e de material

Loading...

Um estudo da Associação Nacional de Unidades de Saúde Familiar (USF AN) denuncia a “falta de prioridade” dada aos cuidados de saúde primários.

O Ministro da Saúde esteve, esta sexta-feira, num encontro com médicos de família onde prometeu mais meios e mais profissionais para os cuidados primários. Neste encontro, foi divulgado um estudo da Associação Nacional de Unidades de Saúde Familiar (USF AN), que denuncia a “falta de prioridade” dada aos cuidados de saúde primários.

Neste encontro, foi divulgado um estudo da Associação Nacional de Unidades de Saúde Familiar (USF AN), que denuncia a “falta de prioridade” dada aos cuidados de saúde primários.

O presidente da associação, André Biscaia, aponta como principais queixas dos profissionais a dimensão das listas de utentes, as falhas informáticas e de material básico e a dificuldade na “subida de escalão” das USF.

“É preciso autorização e cumprir uma série de objetivos. Há algumas que estão há 14 anos à espera de passarem de A para B, mesmo com tudo aprovado”, criticou.

Disse ainda que é preciso haver incentivos para a fixação de profissionais em zonas como Lisboa ou Algarve, onde as rendas de casa “são mais caras”.

“Sem incentivos, os concursos ficam vazios”, alertou.

Últimas Notícias
Mais Vistos