País

Estudantes e Ordem dos Médicos não aprovam novo curso de medicina

Loading...

À SIC, o diretor clínico do Hospital-Escola da Universidade Fernando Pessoa garante a qualidade da formação.

Depois da Ordem dos Médicos, também a Associação Nacional de Estudantes de Medicina está contra a abertura do segundo curso no privado. A Universidade Fernando Pessoa, para já, não se pronuncia publicamente sobre a polémica.

Situa-se em Gondomar o Hospital-Escola Fernando Pessoa, que servirá de quartel general do futuro curso de medicina.

O diretor clínico da instituição assegura a qualidade do plano de estudos e da formação clínica que vai passar por este, e por quatro outros hospitais. De fora fica o Centro Hospitalar Gaia-Espinho, que inicialmente foi associado ao projeto.

O mestrado integrado em medicina teve finalmente luz verde por parte da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior, depois de dois projetos terem sido chumbados.

Curso não é consensual

Esta abertura, contudo, não é consensual. A Ordem dos Médicos já mostrou o seu desagrado para com a decisão e agora a Associação Nacional de Estudantes de Medicina revelou que partilha da mesma opinião.

Para o curso se tornar oficial basta apenas ser publicado em Diário da República e é estimado que arranque em setembro.

Inicialmente serão disponibilizadas 40 vagas, sendo que 30 delas serão destinadas para estudantes estrangeiros.

Últimas Notícias
Mais Vistos