Investigação SIC

Juiz acusado por prostituta de ver relatos de menores abusados pronunciou os pais da mulher por burla

Juiz acredita que pode estar a ser alvo de uma vingança.

O juiz acusado de ver vídeos de menores a relatarem abusos sexuais enquanto recorria a prostitutas acredita que pode estar a ser alvo de uma vingança.

Joaquim Manuel Silva descobriu que foi ele que, em 2004, pronunciou os pais de Ana Loureiro e os levou a julgamento num processo que lesou o Estado em mais de 2,3 milhões de euros.

Ana Loureiro mantém todas as acusações. A mulher diz que nunca se cruzou com Joaquim Manuel Silva na sala de audiência e que soube pela reportagem que tinha sido aquele o juiz que interveio na fase de instrução do processo em que pais foram arguidos.

À SIC diz que nada teria a ganhar em mentir e assegura que todas as provas já foram entregues ao Ministério Público e à Polícia Judiciária.

Ficha técnica:

Repórter de Imagem: Fernando Almeida / João Macedo / Manuel Ferreira / Odacir Júnior / Rui Violante
Editor de Imagem: Ana Rita Sena
Produção: Ângela Rosa