Linhas Vermelhas

Miguel Morgado acusa António Costa de fazer "teatrinho"

As negociações do Orçamento do Estado em análise no "Linhas Vermelhas".

Miguel Morgado acusa, no "Linhas Vermelhas" desta quarta-feira, António Costa de fazer teatro político, apontando-o como o culpado se as negociações orçamentais falharem.

O social-democrata começou por referir que "não há crise política nenhuma" e que esta é uma situação habitual.

"Há seis anos que vivemos estes teatros, os protagonistas são os mesmos, as encenações são as mesmas, os prazos são os mesmos", aponta, defendendo, de seguida, que "querem jogar no tabuleiro dos media, do país público".

Miguel Morgado aponta as culpas para uma possível falha nas negociações orçamentais.

"Há um responsável político caso isto falhe, chama-se António Costa. Não é Jerónimo de Sousa, nem Catarina Martins. António Costa é que decidiu que as coisas seriam assim em Portugal a partir de 2015. Foi só ele, o responsável é ele."

O momento mais quente ficou guardado para o fim, e Miguel Morgado lança duras críticas ao líder dos sociais-democratas, a quem acusa de fazer teatro político.

"Fica-lhe mal, mas também acho que o partido não está para aí virado. Acho que andar a misturar as coisas não faz sentido nenhum, e depois de perceber que, no final contas, é um teatrinho, em que posição é que fica a figura de Rui Rio?"

Veja também: