Polígrafo SIC

Vice-presidente do PSD não apoia Rio nem Rangel

Entrevista Polígrafo SIC

Na opinião de Nuno Morais Sarmento, os dois candidatos possuem condições para derrotar António Costa.

O vice-presidente do Partido Social Democrata, Nuno Morais Sarmento, não apoia, nem Rui Rio, nem Paulo Rangel à liderança do PSD, apela a um possível consenso entre PSD e PS e culpa Marcelo Rebelo de Sousa pela crise política.

Em entrevista ao Polígrafo SIC, considera que Rui Rio e Paulo Rangel possuem, ambos, condições para derrotar António Costa nas eleições legislativas de 2022, pelo que não apoiará nenhum dos candidatos a número um dos sociais-democratas.

Continua, referindo que, em caso de vitória sem maioria absoluta, com um Governo minoritário, o PSD deverá negociar e alcançar entendimentos com os socialistas.

Por fim, para Nuno Morais Sarmento, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, é o grande responsável pela crise política atual, ao não ter exigido acordo escrito aos antigos parceiros de Geringonça.

Veja aqui o "Polígrafo SIC" na íntegra

A página de "Polígrafo SIC"

Saiba mais