Vizinhos

Siza encontra sírio em casa que projetou há 30 anos

vizinhos

Siza encontra sírio em casa que projetou há 30 anos

O Pavilhão de Portugal na Bienal de Arquitetura de Veneza presta este ano homenagem a Álvaro Siza Vieira e aos seus projetos de habitação social. A este propósito a SIC desenvolveu uma série de trabalhos com o arquiteto nos vários bairros que projetou. Por exemplo, em Haia, numa dessas casas, Siza Vieira encontrou um sírio refugiado da guerra.

  • A Haia de Siza
    2:12

    Vizinhos

    Ao longo de décadas, a Holanda tem recebido milhares de imigrantes. No projeto de Alvaro Siza em Haia, multiplicam-se as nacionalidades. O arquiteto encontrou nas casas que projetou, um casal de angolanos que vive há 10 anos em Haia.

  • A Haia de Siza multicultural
    37:26

    Vizinhos

    Quando Álvaro Siza foi convidado a intervir no bairro de Shilderswijk, em Haia, nos anos 80, metade da população era holandesa e a outra metade era imigrante. Hoje, mais de 90% dos habitantes de Shilderswijk, têm as origens mais diversas, de dezenas de países. Turcos, marroquinos, paquistaneses, originários do Suriname, da Índia, etc. Álvaro Siza conheceu essa diversidade. Esteve na casa de uma família angolana que há mais de 10 anos vive no bairro e encontrou-se com um refugiado sírio recentemente chegado a uma casa projetada por Siza.