Cultura

Presidente da República diz que Eduardo Lourenço "pensou Portugal toda a vida"

O ensaísta Eduardo Lourenço morreu aos 97 anos.

O Presidente da República diz que Eduardo Lourenço "pensou Portugal toda a vida" e que o país lhe deve muito.

Em declarações aos jornalistas, na celebração da Restauração da Independência, Marcelo Rebelo de Sousa destacou o facto do ensaísta ter precisamente falecido numa data história, que assinala a independência nacional.

O ensaísta Eduardo Lourenço, de 97 anos, morreu esta terça-feira em Lisboa.

Professor, filósofo, escritor, crítico literário, ensaísta, interventor cívico, várias vezes galardoado e distinguido, Eduardo Lourenço foi um dos pensadores mais proeminentes da cultura portuguesa.

Costa anuncia dia de luto nacional pela morte de Eduardo Lourenço

O primeiro-ministro anunciou que esta quarta-feira, 2 de dezembro, será dia de luto nacional pela morte de Eduardo Lourenço.

Em declarações aos jornalistas, nas celebrações da Restauração da Independência, António Costa destacou as qualidades de pensador do ensaísta.