Desporto

Eleições no Benfica. Apoio de António Costa a Vieira gera críticas 

JOSÉ COELHO

Bloco de Esquerda e PSD criticaram a presença do primeiro-ministro na comissão de honra da candidatura do atual presidente do Benfica.

António Costa e Fernando Medina fazem parte da comissão de honra da candidatura de Luís Filipe Vieira às eleições no Benfica, em outubro. O PSD e o Bloco de Esquerda já reagiram à candidatura, criticando a integração do primeiro-ministro na comissão de honra do atual presidente das águias.

Ao semanário Expresso, o gabinete de Costa sublinha que o apoio é enquanto sócio e não como primeiro-ministro. Também a assessoria de Medina garante que o autarca está na comissão a título pessoal.

Para além do primeiro-ministro e do presidente da Câmara de Lisboa, há ainda outros 500 nomes na comissão de honra de Vieira.

António Costa reagiu este sábado à noite às críticas por estar na comissão de honra de Luís Filipe Vieira para a presidência do Benfica.

O primeiro ministro disse que o assunto não está ligado às funções que exerce enquanto político e, por isso, não comenta.

"Não vou fazer nenhum comentário sobre um assunto que não tem rigorosamente nada a ver com a vida política nem com as funções que exerço ou exerci."

O também primeiro-ministro respondia a questões dos jornalistas após discursar no encerramento do XIX Congresso da Federação da Área Urbana de Lisboa (FAUL) do PS, no pavilhão Paz e Amizade, em Loures.

"A liberdade de expressão é, felizmente, algo que existe em Portugal. Da minha parte, não faço nenhum comentário, não tenho nada a dizer sobre uma matéria que não tem rigorosamente nada a ver."

Código de conduta do Governo pode estar em causa

A Associação Transparência e Integridade lembra que o código de conduta aprovado por este Executivo diz que os membros do Governo se devem abster de qualquer ação para beneficiar terceiros.

Rui Rio diz que não faz sentido

O presidente do PSD diz que a inclusão de António Costa na comissão de honra de Luís Filipe não faz sentido.

"O futebol é acima de tudo emoção e a política acima de tudo tem de ser racionalidade."

Rui Rio lembra até que existem problemas judiciais.

O mandato do presidente das águias está a ser marcado por casos ligados à justiça.

É arguido na Operação Lex e esta semana já se viu envolvido em mais um esquema com a Odebrecht.

Rui Pinto acusa o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, de estar envolvido num esquema de corrupção com a Odebrecht, empresa condenada no Brasil, no processo Lava Jato.

Catarina Martins diz que não é normal

A coordenadora do Bloco de Esquerda diz que não é normal António Costa ter aceitado fazer parte da comissão de honra de Luís Filipe Vieira. Catarina Martins acrescenta que não pode haver cumplicidade entre política e negócios.

"Saber hoje que o primeiro-ministro acha normal fazer parte de uma comissão de honra de alguém que é dos maiores devedores do Novo Banco e que está implicado no problema do BES (Banco Espírito Santo) não fica bem"

PAN considera inadmissível

O porta-voz do PAN, André Silva, considerou este sábado inadmissível "do ponto de vista ético", que António Costa e Fernando Medina entrem na comissão de honra da recandidatura de Luís Filipe Vieira..

"Todas estas situações de ligação próxima da política ao futebol não são admissíveis do ponto de vista ético, porque abrem a porta a que o amor ao clube se possa sobrepor ao compromisso para com o interesse público, que deverá sempre nortear qualquer titular de um cargo político no exercício do cargo", defende o Partido da Natureza e dos Animais (PAN), em comunicado citado pela Lusa.

João Noronha Lopes defende separação entre política e futebol

O candidato à presidência do Benfica João Noronha Lopes reagiu este sábado, nas redes sociais, à notícia.

Noronha Lopes escreveu no Twitter que "cabe a cada um tirar as conclusões".