Desporto

As reações do mundo do desporto à morte de Neno

JOÃO PAULO TRINDADE

Antigo guarda-redes português faleceu aos 59 anos, vítima de doença súbita.

Reações à morte do antigo guarda-redes internacional português Neno, que faleceu na quinta-feira, aos 59 anos, vítima de doença súbita.

Neno começou a carreira de guarda-redes no Barreirense. Com apenas 21 anos, assinava pelo Benfica. Daí até ao final da carreira, em 99, o percurso fez-se entre o clube da Luz e o Vitória de Guimarães, onde era agora diretor de Relações Internacionais.

Pelo Benfica, conquistou sete títulos, foi campeão três vezes, em 86/87, 90/91 e 93/94. Ganhou três taças e ainda a Super Taça de 1985.

Em 88, voltou a conquistar a Super Taça, mas pelo Vitória de Guimarães.

Adelino Augusto da Graça Barbosa Barros, nascido na Praia, em Cabo Verde, serviu ainda a seleção nacional. Fez nove encontros entre 1989 e 96.

Vitória de Guimarães

O Vitória de Guimarães recordou o caráter carismático e afável do antigo guarda-redes Neno, que morreu na quinta-feira, considerando que se tornou "um ícone da cidade".

"Carismático, afável e sempre disponível, Neno não foi apenas uma figura do Vitória, mas um ícone da cidade, conhecido de todos e que para todos tinha um gesto amigo e um sorriso verdadeiro", refere o clube.

O clube lembra que o antigo internacional português representou o Vitória em três momentos da sua carreira, "integrando o grupo que conquistou a Supertaça Cândido de Oliveira em 1988".

"Foi também no Vitória que concluiu um longo e bonito percurso enquanto futebolista, mantendo-se ligado ao clube em variadas funções, que foram desde os relvados até à representação institucional", referem os vitorianos.

Para o clube, "a morte de Neno representa uma enorme perda coletiva, mas em especial para a sua família e amigos, a quem o Vitória manifesta as suas mais sentidas condolências".

"Nesta hora que é de luto, cumpre recordar e honrar o nosso Adelino Barros", concluiu o clube.

Benfica

O Benfica expressou o seu "profundo pesar" pela morte do antigo internacional português Neno, "um dos guarda-redes mais marcantes do futebol português".

"Para sempre ficarão na memória de todos os benfiquistas as grandes exibições que Neno protagonizou com a camisola do Benfica. Para sempre ficará também o talento de um dos guarda-redes mais marcantes do futebol português", lê-se numa nota publicada no site oficial das 'águias'.

Os 'encarnados' lembram os três campeonatos e as duas Taças de Portugal conquistadas por Neno no clube, no qual esteve de 1985 a 1987 e de 1990 a 1995.

"A todos os seus familiares e amigos, o Sport Lisboa e Benfica endereça, neste momento de grande consternação, as mais sentidas condolências por parte de toda a família benfiquista. A memória de Neno estará sempre entre nós", refere o clube.

FC Porto

O FC Porto lamentou a morte do antigo guarda-redes Neno e endereçou as suas condolências à família, destacando o seu "sorriso característico".

"O FC Porto expressa as mais sentidas condolências à família e amigos de Neno, com quem tantas vezes nos cruzámos dentro e fora do campo. Que a memória dos momentos, das histórias e do seu sorriso tão característico traga o conforto necessário neste momento difícil", refere uma mensagem do clube nas redes sociais.

Sporting de Braga

O Sporting de Braga lamentou profundamente a morte de Neno, destacando o "enorme respeito" que o antigo guarda-redes internacional português "sempre mostrou" pelos seus adversários, "dentro e fora do campo".

"O Sporting de Braga manifesta o seu profundo pesar pelo falecimento de Neno e endereça à família, aos amigos e ao Vitória SC as mais sentidas condolências", pode ler-se numa nota de pesar.

Para os bracarenses, "esta é uma notícia que abala todo o futebol português, pois Neno sempre mostrou um enorme respeito pelos seus adversários e por todas as instituições desportivas, dentro e fora de campo".

Fernando Gomes

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, lamentou a morte do ex-guarda-redes Neno, que deixa um legado quase incomparável".

"Personalidade tão generosa nos afetos, deixa um legado quase incomparável de cavalheirismo, simpatia, alegria e bondade", referiu Gomes, numa mensagem publicada no site oficial do organismo. Fernando Gomes lamentou "profundamente o desaparecimento tão precoce do Neno, uma personalidade incontornável na história do futebol português, quer pela sua grande carreira no campo, quer, principalmente, pelo seu enorme valor humano".

Pedro Proença

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, lamentou a morte de Neno, referindo que era um exemplo de "como se deve estar no futebol e na vida".

"Esta é uma daquelas notícias que não queremos, nem nunca estaremos preparados para receber. O Neno era um homem bom, íntegro, afável, solidário e com um enorme talento. Um exemplo para todos de como se deve estar no futebol e na vida", referiu Pedro Proença, numa mensagem nas redes sociais.

Proença explicou que Neno era um embaixador da LPFP, por ser uma pessoa cujas qualidades e características "transportavam para os melhores valores".

"Mas mais do que um embaixador, ou glória do futebol português, o Neno era, será sempre, um bom amigo. É com muita tristeza que escrevo estas palavras, e farei questão que a sua memória e o seu bom exemplo perdurem no tempo", frisou.

O presidente da Liga de clubes endereçou as suas condolências à família e amigos, referindo que o mundo "fica mais pobre".

Futre e Mozer

O antigo internacional português Paulo Futre lamentou a morte de Neno, referindo que foi a "melhor pessoa" que conheceu no mundo do futebol, com Carlos Mozer a salientar que é uma "grande perda a todos os níveis".

Futre e Mozer jogaram com Neno no Benfica e ambos publicaram fotos em que estão junto ao antigo guarda-redes nas suas redes sociais, lamentando a morte.

"Deixou-nos a melhor pessoa que conheci no mundo do futebol. E conheci muita gente boa neste mundo, mas nenhum como o meu querido e grande amigo Neno. Todos aqueles que tivemos o privilégio de conhecer-te vamos ter muitas saudades tuas Neninho. Descansa em paz maninho", afirmou Paulo Futre.

Já Carlos Mozer considerou que é uma "grande perda", endereçando as suas condolências à família e amigos.

"O Neno era e foi uma pessoa com um astral tremendo, educadíssimo, gentil, respeitoso, simpático, carismático e divertido, tudo o que na verdade gostaríamos de ser. Espero que Deus reconheça seu valor e lhe reserve um belo lugar para você descansar em paz", referiu o antigo central do Benfica.

Instagram

Quaresma

O futebolista internacional português Ricardo Quaresma lamentou a morte do antigo guarda-redes, lembrando a alegria com que o ex-jogador contagiava todos.

"Partiu um dos nossos. O Neno tinha sempre o sorriso que nos enchia de motivação e alegria. Um grande guarda-redes e um ser humano com um coração ainda maior", escreveu Quaresma na rede social Instagram.

Instagram

Reações de outros clubes

Wolverhampton: "Uma notícia muito triste, que deixa o futebol de luto. Sentidas condolências do Wolves à família e ao VitoriaSC1922".

Boavista: "O Boavista FC lamenta profundamente o falecimento de Neno, antigo guarda-redes da Seleção Nacional e atual dirigente do Vitória Sport Clube".

Belenenses: "O Belenenses apresenta a todos os familiares e amigos de Neno, ao VitoriaSC1922 e à família Vitoriana as mais sentidas condolências".

Rio Ave: "Há pessoas que nos marcam. Pessoas que genuinamente acolhem em todos uma verdadeira simpatia. Que este sorriso nos inspire sempre a sermos todos melhores e mais bondosos para com o próximo. Um sentido abraço a toda a família vitoriana e ao Vitória Sport Clube por esta perda irreparável, extensível naturalmente a seus familiares e amigos. Até sempre, Neno".

Leixões: "O futebol português está de luto pelo falecimento de Adelino Augusto da Graça Barbosa Barros, conhecido no universo do futebol por Neno. O ex-guarda-redes da seleção nacional, Vitória SC, SL Benfica, entre outros, faleceu aos 59 anos. Neste momento de profunda dor, o Leixões SC endereça as mais sentidas condolências à família e amigos do Neno".

Santa Clara: "Perde-se um ícone. Um dos maiores do futebol português. Neste momento de profunda consternação, endereçamos as mais sentidas condolências aos familiares e amigos de Neno".

INÁCIO ROSA

Reações de outros colegas

Ricardo Rocha (ex-futebolista): "Não consigo acreditar, estivemos juntos a semana passada sempre com aquele carisma, simpatia e classe! Grande Neno, descansa em paz!!".

Nuno Gomes (ex-futebolista): "Descansa em paz amigo Neno! Sem palavras".

Helton (antigo guarda-redes): "É o que irá ficar para nós Mestre. Esse sorriso e energia que nos acostumou todos os dias encontrar. Esse exemplo de positividade incrível. Sabe Mestre o que é mais triste nisso tudo, é saber que para além de não ter você connosco a nos ensinar a ser melhor, é encarar os falsos profetas diariamente que por cá ficam".

Augusto Inácio (ex-futebolista e treinador): "Morreu o Neno. Foi assim de forma surpreendente que recebi esta triste notícia, conheci bem o Neno quando trabalhámos no VitoriaSC1922 de 2001-2003, que homem amigo, sério, profissional, leal e sempre pronto para ajudar, morreu um bom homem. Condolências à família, amigos e ao Vitória".

André Lima (ex-jogador de futsal): "Estou chocado!! Conheci o Neno numa digressão à China. Um ser humano ímpar com um coração enorme e um sorriso do tamanho do mundo!! Obrigado por tudo e descansa em paz amigo Neno!".

Vítor Bruno (treinador-adjunto do FC Porto): "É com este sorriso que te vou recordar, querido Neno. Sempre com este sorriso, com uma palavra amiga, para ti a vida era uma alegria, contagiavas qualquer um com a tua gargalhada fácil. Foi um privilégio ter trabalhado contigo no Vitória. Descansa em paz, meu querido amigo".