Desporto

Tragédia na Indonésia: jogador que esteve barricado conta que viu morrer várias pessoas

Loading...
O relato de um jogador que esteve barricado no balneário durante quatro horas.

Pelo menos 125 pessoas morreram numa debandada no final de um jogo de futebol na Indonésia, anunciaram este domingo as autoridades locais.

Trata-se de uma das piores tragédias de sempre num estádio de futebol, depois dos 318 mortos em confrontos entre adeptos do Peru e da Argentina no Estádio Nacional de Lima, em 1964.

O incidente ocorreu no sábado à noite, Estádio Kanjuruhan, na cidade de Malang, em Java Oriental, após a derrota da equipa da casa, o Arema FC, frente ao Persebaya Surabaya, por 3-2.

Abel Camará, jogador do Arema FC estava no local no momento dos confrontos. Em declarações à SIC, classifica os acontecimentos de ontem como “uma tragédia”.

Abel Camará conta que as autoridades pediram aos jogadores para se barricarem nos balneários. “Ouvi gritos e disparos (…) Quando dei conta, tinha 7 ou 8 pessoas mortas no nosso balneário”.

Últimas Notícias