Desporto

Retiradas todas as acusações de corrupção e fraude contra Neymar

Neymar
Neymar
Joan Mateu Parra

Em causa estava a transferência do futebolista brasileiro para o FC Barcelona.

A Promotoria espanhola retirou esta sexta-feira todas as acusações de corrupção e fraude contra Neymar no julgamento realizado em Barcelona, por supostas irregularidades em torno da transferência do futebolista brasileiro para o FC Barcelona em 2013.

O procurador anunciou "retirar a acusação contra todos os arguidos e por todos os factos" de que são acusados, após ter pedido inicialmente dois anos de prisão e uma multa de 10 milhões de euros contra o futebolista brasileiro.

Além da família Neymar, Sandro Rosell e Josep María Bartomeu, dois antigos presidentes do FC Barcelona, e Odílio Rodrigues Filho, antigo treinador do Santos, estavam a ser julgados, igualmente pelos crimes de corrupção.

O Ministério Público defendia que a contratação do Neymar teve um custo total de 83 milhões de euros e não os 57 milhões que foram declarados, com o restante montante a ser escondido numa combinação entre os dirigentes do FC Barcelona da altura e do Santos.

A empresa brasileira de investimentos DIS, que detinha 40% dos direitos económicos do jogador quando jogava pelo Santos, levou o caso à justiça em 2015, alegando ter sido prejudicada no negócio, pedindo uma indemnização de 35 milhões euros, o valor real que diz que devia ter recebido.

Últimas Notícias
Mais Vistos