Desporto

Open da Austrália: Tsitsipas e Swiatek seguem em frente, Medvedev fica pelo caminho

Tenista grego derrotou Tallon Griekspoor (63.º ATP), dos Países Baixos.
Tenista grego derrotou Tallon Griekspoor (63.º ATP), dos Países Baixos.
Aaron Favila

Tenista grego derrotou Tallon Griekspoor (63.º ATP), dos Países Baixos, em sucessivos sets, com os parciais de 6-2, 7-6 (7-5) e 6-3, após salvar um 'set point' no segundo parcial.

O grego Stefanos Tsitsipas e a polaca Iga Swiatek, número um mundial, dominaram esta sexta-feira rumo aos oitavos de final do Open da Austrália, ao contrário do russo Daniil Medvedev, eliminado pelo norte-americano Sebastian Korda, em Melbourne Park.

Depois do encerramento da última jornada já depois das 04:00 da manhã na Austrália, na sequência do triunfo épico do escocês Andy Murray sobre o australiano Thanasi Kokkinakis ao fim de cinco horas e 45 minutos, por 4-6, 6-7 (4-7), 7-6 (7-5), 6-3, 7-5, o dia de hoje trouxe algumas surpresas e várias confirmações, a começar por Stefanos Tsitsipas, número quatro do mundo.

Stefanos Tsitsipas volta a encontrar Jannik Sinner

Na luta pelo primeiro 'major' da carreira e pela liderança do ranking ATP, que poderá alcançar caso conquiste o troféu nos Antípodas, o grego derrotou Tallon Griekspoor (63.º ATP), dos Países Baixos, em sucessivos sets, com os parciais de 6-2, 7-6 (7-5) e 6-3, após salvar um 'set point' no segundo parcial.

Stefanos Tsitsipas, semifinalista em 2019, 2020 e 2021, vai marcar presença, pela quarta vez, na quarta ronda do 'Happy Slam' e o próximo adversário será o italiano Jannik Sinner (16.º ATP), num embate que será a reedição dos quartos de final do ano passado, então dominado pelo helénico.

No confronto direto, Tsitsipas, de 24 anos, detém vantagem (4-1) sobre o jovem transalpino, de 21 anos, que hoje recuperou de dois sets a zero frente ao húngaro Marton Fucsovic (78.º ATP) para vencer em cinco partidas, por 4-6, 4-6, 6-1, 6-2 e 6-0, ao cabo de três horas e 33 minutos.

Medvedev fora da competição

Entre as vitórias mais surpreendentes do dia de hoje, a principal foi protagonizada pelo norte-americano Sebastian Korda (31.º ATP), campeão júnior do Open da Austrália em 2018, que eliminou o russo Daniil Medvedev, duplo vice-campeão do torneio, em 2021 e 2022, em três partidas, pelos parciais de 7-6 (9-7), 6-3 e 7-6 (7-4), ao encerrar da sessão noturna na Rod Laver Arena.

Graças ao triunfo frente ao moscovita (oitavo da hierarquia), o jovem, de 22 anos, garantiu o apuramento inédito para os oitavos de final e um encontro com o polaco Hubert Hurckacz (10.º ATP), 25 anos depois de o seu pai Petr Korda erguer o troféu, em 1998, em Melbourne Park.

Hurckacz, Jiri Lehecka e Félix Auger-Aliassime seguem em frente

Tal como Hurckacz que precisou de cinco sets para se impor ao canadiano Denis Shapovalov, por 7-6 (7-3), 6-4, 1-6, 4-6 e 6-3, o checo Jiri Lehecka (71.º) também lutou muito para colocar um ponto final na participação do favorito britânico, Cameron Norrie (12.º ATP), com os parciais de 6-7 (8-10), 6-3, 3-6, 6-1 e 6-4.

Nos oitavos de final, Lehecka vai medir forças com o canadiano Félix Auger-Aliassime, sétimo cabeça de série e responsável pela derrota do argentino Francisco Cerundolo (28.º), por 6-1, 3-6, 6-1 e 6-4, para aceder pelo terceiro ano consecutivo à fase seguinte da prova.

Iga Swiatek conseguiu qualificação tranquila

Na competição feminina, a principal candidata ao título nos Antípodas, a polaca Iga Swiatek, de 21 anos, qualificou-se tranquilamente para os oitavos de final, ao dominar a espanhola Cristina Bucsa, por 6-0 e 6-1, em apenas 55 minutos.

A número um mundial, detentora de três títulos do Grand Slam (Roland Garros 2020 e 2022, e Open dos Estados Unidos 2022), vai agora defrontar a cazaque Elena Rybakina, campeã de Wimbledon, que afastou a norte-americana Danielle Collins, 13.ª cabeça de série, em três partidas, pelos parciais de 6-2, 5-7 e 6-2.

Jessica Pegula e Coco Gauff avançam

Assim como Swiatek, semifinalista há um ano em Melbourne Park, a norte-americana Jessica Pegula, terceira colocada no ranking WTA, também não encontrou dificuldades para se impor à adversária, a ucraniana Marta Kostyuk (61.ª do ranking WTA), em dois sets, por 6-0 e 6-2, e marcar duelo com a checa Barbora Krejcikova (23.ª).

A jovem norte-americana Coco Gauff, sétima do mundo, aos 18 anos, também confirmou o favoritismo diante a compatriota Bernarda Pera (41.ª), por 6-3 e 6-2, ao passo que a bielorrussa Victoria Azarenka (24.ª), bicampeã do Open da Austrália (2012 e 2013), 'despachou' a norte-americana Madison Keys (13.ª) em três parciais, por 1-6, 6-2 e 6-1.

A encerrar a jornada no Margaret Court Arena, mais um desfecho surpreendente, com a chinesa Lin Zhu (87.ª) a garantir a estreia nos oitavos de final de um torneio do Grand Slam às custas da grega Maria Sakkari (6.ª), por 7-6 (7-3), 1-6 e 6-4.

Últimas Notícias