Economia

"Mário Centeno está em maus lençóis"

A análise de José Gomes Ferreira sobre a injeção de capital e a auditoria ao Novo Banco.

Segundo o diretor-adjunto da SIC o ministro das Finanças juridicamente tem razão, mas nesta história "ninguém está a falar toda a verdade".

"Estão todos a brincar com os portugueses, desculpem a expressão. Todos desde o Presidente da República, o primeiro-ministro ao ministro das Finanças. Toda a gente que está envolvida neste processo."

As auditorias ao Novo Banco não fazem parar as transferências, apenas obrigam a analisa-las à posteriori. O que obriga a serem feitas tranferências, sempre que é detetada falta de capital, é desde logo o contrato de venda do banco, explica José Gomes Ferreira.

"Estão todos a discutir uma coisa que nem sabem o que estão a discutir."

José Gomes Ferreira diz que "o problema que existe é político", "jurídica e financeiramente Mourinho Félix e Mário Centeno não poderião fazer outra coisa".

Para o diretor-adjunto de informação da SIC, Mário Centeno deveria ter dito ao primeiro-ministro, antes de passar o dinheiro para o fundo de resolução, que ia fazer a transferência, porque não há forma de a impedir.

"Intencional ou não é uma espécie de armadilha para o primeiro-ministro."