Economia

Afinal, Fernando Medina não defendeu o fim do Airbnb em Lisboa

RODRIGO ANTUNES

O jornal The Independent assumiu o erro.

A notícia teve origem num artigo de opinião do presidente da Câmara de Lisboa publicado há dois dias no The Independent.

O jornal britânico deu ao artigo um título que não correspondia ao texto, dizendo que Fernando Medina pretendia acabar com os alojamentos do tipo Airbnb em Lisboa.

Entretanto, o autarca esclareceu, na conta pessoal do Twitter, que foi o editor da secção de opinião do jornal que titulou o artigo.

No texto que escreveu, Medina refere o programa Renda Segura, da Câmara de Lisboa, que visa alterar o perfil dos inquilinos dos apartamentos que estão atualmente na plataforma de aluguer de curta duração.

O objetivo deste programa é arrendar casas a proprietários de alojamento local para os subarrendar como renda acessível.

O jornal já assumiu o erro e alterou o título do artigo na tarde desta segunda-feira.

Veja também: