Economia

EDP rejeita que tenha havido planeamento fiscal agressivo na venda das barragens do Douro

Venda de seis barragens rendeu 2,2 mil milhões de euros.

A EDP rejeita que tenha havido planeamento fiscal agressivo na venda das barragens do Douro.

O presidente executivo, ouvido esta terça-feira no Parlamento, disse que o pagamento do imposto de selo não é devido por lei. O pagamento do imposto de selo iria render ao Estado 110 milhões de euros. Acrescenta que o processo foi transparente e que a lei foi cumprida.

O entendimento dos grupos com assento parlamentar é outro.