Economia

Moratórias privadas acabaram para cerca de 86 mil famílias

Quem se mantém numa situação económica difícil, deverá tentar negociar o crédito com o banco antes de entrar em incumprimento.

No mês de abril, cerca de 86 mil famílias voltam a pagar empréstimos bancários. Algumas moratórias privadas acabaram no último dia de março, outras terminam em junho. Quem aderiu à moratória pública começa a pagar a partir de setembro.

Quem tem crédito à habitação, ou outros créditos hipotecários, e aderiu à moratória privada – negociada diretamente com o banco – volta a pagar o empréstimo já este mês. São perto de 86 mil contratos, o que correspondem a cerca de quatro mil milhões de euros.

Em julho, retoma o pagamento para quem aderiu à moratória privada, mas no crédito ao consumo. O que corresponde a mais de 110 mil contratos. Para a DECO, o problema maior será quando as moratórias públicas acabarem, ou seja a partir de setembro.

Quem se mantém numa situação difícil, deve ir ao banco e tentar negociar o crédito antes de entrar em incumprimento. Milhares de empresas e famílias pedem soluções para que a situação frágil em que se encontra não se agrave.