Economia

Oposição pressiona Governo e exige saída de Vítor Fernandes do Banco de Fomento

PSD, Iniciativa Liberal e Chega criticam nomeação.

A oposição está a pressionar o Governo para travar a nomeação Vítor Fernandes para o Banco de Fomento. O gestor que esteve no Novo Banco aparece agora ligado ao processo de Luís Filipe Vieira e os partidos consideram que não tem condições para ter em mãos o dinheiro da bazuca europeia.

O Bloco de Esquerda diz que a nomeação não é aceitável. Catarina Martins diz que o alegado esquema com Luís Filipe Vieira não é o único em que o administrador do Novo Banco já esteve envolvido e que isso já era do conhecimento do Governo.

O PSD, através de uma nota da distrital do Porto, diz que não tem condições de isenção, imparcialidade e confiança e exige a substituição imediata.

Já o Chega, em comunicado, considera que face ao interesse público do Banco de Fomento, este não pode ser liderado por Vítor Fernandes.

O Iniciativa Liberal refere, em comunicado, que a ligação a Vieira compromete qualquer possibilidade de continuidade.

Pelo parecer do Governo, a nomeação de Vítor Fernandes mantém-se. Falta ter o parecer da CReSAP - Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública.

  • 6:47