Economia

Reformados da Segurança Social recebem apoio de metade da pensão

Reformados da Segurança Social recebem apoio de metade da pensão
Jim Dyson

De acordo com o Governo, cerca de 2,7 milhões de pensionistas da Segurança Social e da CGA serão abrangidos pela medida.

Os pensionistas da Segurança Social recebem hoje o complemento excecional criado para mitigar o impacto da inflação, que corresponde a metade do valor da sua pensão, confirmou à Lusa fonte oficial do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

O complemento será pago por transferência bancária no mesmo dia do pagamento das pensões que no caso da Segurança Social é dia 10 e na Caixa Geral de Aposentações (CGA) é dia 19.

O complemento excecional a pensionistas terá um valor correspondente a metade de um mês da respetiva pensão. Por exemplo, um pensionista que receba 600 euros por mês recebe um apoio de 300 euros.

De acordo com o Governo, cerca de 2,7 milhões de pensionistas da Segurança Social e da CGA serão abrangidos pela medida, sendo beneficiários do apoio quem recebe pensões de velhice, invalidez e sobrevivência.

O valor do complemento excecional a pensionistas é tributado em sede de IRS, sendo a taxa de retenção na fonte a mesma que é aplicada habitualmente à pensão.

O apoio ficará excluído na determinação da taxa de IRS a aplicar no mês em que é pago, evitando-se a subida de escalão mas, no acerto do IRS no final do ano, o complemento é considerado para efeitos de imposto, seguindo as regras e taxas gerais.

A medida faz parte do pacote de apoios aprovado pelo Governo no início de setembro com o objetivo de compensar o impacto do aumento dos preços e terá um custo de cerca de 1.000 milhões de euros em 2022, segundo o executivo.

Últimas Notícias
Mais Vistos