Economia

Merkel não se arrepende de ter mantido Alemanha dependente do gás russo

Loading...
Apesar das críticas, a ex-chanceler alemã Angela Merkel diz que não se arrepende das decisões que tomou.

Angela Merkel não se arrepende de ter mantido a Alemanha dependente do gás russo. De visita a Lisboa, a ex-chanceler alemã disse que agiu de acordo com a realidade da altura e que a Rússia era um fornecedor fiável.

Às duras críticas à política energética que defendeu, Angela Merkel responde que não se arrepende das decisões que tomou.

O atual chanceler, Olaf Scholz, culpa-a por ter tomado a decisão de abandonar o carvão e a energia nuclear, sem se ter comprometido seriamente com nenhuma alternativa.

Merkel diz que importar gás da Rússia era na altura a melhor opção para atingir a meta da neutralidade climática em 2040.

O atual chanceler alemão diz que o país vai conseguir ultrapassar o inverno graças aos acordos para o abastecimento de gás e também às reservas, que diz estarem em níveis muito acima do que tinham na mesma altura no ano passado.

O atual Governo espera em 2030 conseguir obter 80% da eletricidade a partir de fontes renováveis.

Últimas Notícias