Economia

Preço das casas aumentou 19% no ano passado

Loading...

O preço das casas nas periferias das grandes cidades e em capitais de distrito aumentou e há uma explicação para isso.

Há 30 anos que o preço das casas não subia tanto. No ano passado a subida foi de 19%, mas desde 2017 que a tendência era crescente.

É preciso recuar a 1991 para encontrar uma subida tão alta do preços das casas. No ano passado, a subida foi de 19%, a maior em 30 anos mas o mercado sofreu alterações.

O preço das casas nas periferias das grandes cidades e em capitais de distrito aumentou e há uma explicação para isso.

T2 aumentaram 30 mil euros em várias cidades

Por exemplo, um apartamento t2 no Seixal com 100 metros quadrados que custava 151 mil euros em 2021 passou a custar 183 mil euros em 2022.

Em Gondomar, um apartamento idêntico com 2 quartos custava 127 mil euros em 2021 e passou para 152 mil euros no ano passado.

Esta subida de preços é uma tendência crescente desde 2017. Nessa altura, o valor mais do que duplicou em relação ao ano anterior.

O ciclo de crescimento foi apenas interrompido nos anos de pandemia.

Euribor atingem valores recorde em mais de 10 anos

Para além das casas serem mais caras, também as prestações não param de subir, já que as taxas Euribor têm vindo a atingir recordes e têm deixado inquietos os que pediram empréstimo ao banco.

Esta terça-feira voltaram a subir e os juros estão no valor mais alto desde 2009.

Para este ano está previsto um abrandamento do preço das casas.

Últimas Notícias
Mais Vistos