Abusos na Igreja Católica

Abusos sexuais na Igreja foi um dos temas que dominou agenda da Assembleia Plenária da CEP

Abusos sexuais na Igreja foi um dos temas que dominou agenda da Assembleia Plenária da CEP
Pascal Deloche / Godong

A Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa termina esta quinta-feira, dois dias depois de D. José Ornelas ter assegurado "tolerância zero" em casos de abusos sexuais.

Os abusos sexuais de menores na Igreja foi dos um dos assuntos a dominar a agenda da Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), que termina esta quinta-feira em Fátima.

O presidente da CEP, José Ornelas, assegurou "tolerância zero" e lembrou que a Comissão Independente para o Estudo de Abusos Sexuais contra as Crianças na Igreja Católica em Portugal vai apresentar em janeiro de 2023 um relatório que vai permitir “conhecer a verdade de um passado doloroso”.

"Quero reafirmar a minha profunda gratidão a todas as vítimas que têm dado, corajosamente, o seu testemunho ao longo dos últimos meses, pela luz que trazem a esta sombria realidade que contradiz a identidade e a missão evangelizadora da Igreja", disse o presidente da CEP.

Na abertura desta sessão plenária, José Ornelas afirmou, perante os restantes membros do episcopado, que "este tem sido um tempo penoso para todos os fiéis - leigos e particularmente sacerdotes - pelo duro embate com uma realidade", cuja dimensão e contornos foi decidido "que fosse estudada por pessoas competentes".

"Mas tem-se revelado também um tempo de purificação, na busca da justiça, através da concreta identificação dessas situações dolorosas, de modo que não se façam generalizações indevidas, nem acusações indiscriminadas e que os responsáveis de tão condenáveis crimes possam ter também um tratamento justo, nas sedes apropriadas", acrescentou.

Para além da questão dos abusos sexuais, também estiveram em agenda temas como as orientações para a formação sacerdotal ou a preparação da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023.

A Assembleia Plenária da CEP começou na segunda-feira em Fátima termina esta quinta-feira.

Últimas Notícias
Mais Vistos