Assalto em Tancos

General Rovisco Duarte afirma que exonerou cinco comandantes para abalar o Exército 

General Rovisco Duarte afirma que exonerou cinco comandantes para abalar o Exército 

Ex-chefe do Estado-Maior do Exército foi ouvido no inquérito parlamentar ao furto de Tancos. 

O antigo chefe do Estado-Maior do Exército admitiu esta quarta-feira que sentiu muitas pressões por causa do roubo de armas em Tancos, mas recusa ter exonerado cinco comandantes a pedido do ex-ministro da Defesa.

Na comissão parlamentar de inquérito, o general Rovisco Duarte disse que se demitiu em solidariedade com Azeredo Lopes, mas que a saída não teve nada a ver com o caso de Tancos.

  • Há quem espere mais de um ano para conseguir vaga no SEF
    5:06
  • “Este despacho não é sobre casas de banho, é sobre pessoas”
    13:47