Autárquicas

CDS felicita escolha de Carlos Moedas para Lisboa: "É um nome forte que reuniu sólido consenso"

Hugo Correia

Líder do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, diz que é o "primeiro passo para que haja uma coligação de centro-direita para a capital".

O CDS congratula-se com a disponibilidade de Carlos Moedas para se candidatar à Câmara Municipal de Lisboa.

Num comunicado enviado às redações, assinado por Francisco Rodrigues dos Santos, o líder do CDS diz tratar-se de "um nome forte que reuniu sólido consenso entre as direcções do CDS e do PSD".

Acrescenta também que a candidatura do ex-comissário europeu é uma "boa notícia para Lisboa e constitui o primeiro passo para que haja uma coligação de centro-direita para a capital".

Carlos Moedas é o candidato do PSD à Câmara de Lisboa

O ex-comissário europeu Carlos Moedas vai ser o candidato do PSD à Câmara Municipal de Lisboa, anunciou esta quinta-feira o presidente social-democrata Rui Rio.

O anúncio foi feito em conferência de imprensa, depois de um encontro de cerca de trinta minutos entre ambos na sede nacional do partido em Lisboa, numa reunião em que participaram igualmente o secretário-geral e coordenador autárquico José Silvano e o vice-presidente Nuno Morais Sarmento.

Uma fuga de informação terá justificado o anúncio apressado do adversário que o PSD escolheu para enfrentar Fernando Medina.

O presidente do PSD disse que sempre considerou Carlos Moedas a "melhor solução" para a Câmara Municipal de Lisboa, defendendo que o partido não está obrigado a vencer na capital, mas que tinha de apresentar "uma candidatura forte".