Eleições Autárquicas

Líder do CDS diz que a oposição interna "não incomoda rigorosamente nada"

Nuno Melo, Adolfo Mesquita Nunes e João Gonçalves Pereira juntaram-se à campanha autárquica em Oeiras.

O líder do CDS espera que o aviso feito pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) a António Costa o faça parar as promessas. Francisco Rodrigues dos Santos esteve no Ribatejo e garante que não o incomoda que os críticos internos se juntem em ações de campanha eleitora.

Na Chamusca, o CDS lidera a coligação, mas o candidato – que é militante há anos – só conheceu o presidente do partido esta sexta-feira. Francisco Rodrigues dos Santos vem para acompanhar uma arruada por uma vila envelhecida.

Por outro lado, Nuno Melo acompanhou o candidato a Vila Nova de Famalicão e foi a Oeiras apoiar Nuno Gusmão – que avançou sem o apoio da direção do CDS.

A oposição interna do partido juntou-se à campanha. Há vídeos de Adolfo Mesquita Nunes e João Gonçalves Pereira, o número dois de Assunção Cristas que ficou fora da lista em Lisboa.

Em Torres Novas, Francisco Rodrigues dos Santos afirmou que a oposição esteja também a participar na campanha. O candidato à câmara da cidade é do PSD, mas acredita que vai ganhar com a divisão do PS local.

► Veja mais: