Coronavírus

Deu negativo um dos dois novos casos suspeitos de coronavírus em Portugal

Aly Song

Mulher continua internada no Hospital Curry Cabral por precaução.

Especial Coronavírus

Os resultados das análises feitas a um dos dois novos casos suspeitos de infeção com o novo coronavírus em Portugal, anunciados esta segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS), deram negativo.

A diretora-geral da Saúde explicou, em entrevista na SIC Notícias, que a senhora tinha regressado da China no dia 3 de fevereiro e desenvolvido sintomas no dia 6. Estava internada no hospital Curry Cabral, em isolamento, à espera do resultado das análises.

Graça Freitas revelou ainda que esta análise negativa é definitiva e que já não serão necessárias medidas de isolamento e contenção.

Há ainda um segundo caso suspeito, o de um paciente "regressado também da China que se encontra já no Centro Hospitalar de São João, no Porto", cujos resultados das análises são ainda desconhecidos.

Estes dois casos elevaram para seis o número de casos suspeitos validados até hoje em Portugal.

Além destes casos suspeitos, estão 20 pessoas em isolamento profilático há uma semana no Hospital Pulido Valente, em Lisboa, devido ao novo coronavírus (2019-nCov), depois de terem sido repatriadas da China.

910 MORTOS E MAIS DE 40 MIL INFETADOS

A comissão de saúde da China diz que, esta segunda-feira, o balanço de vítimas mortais do coronavírus ultrapassou as 900 pessoas e o número de infetados vai para além dos 40 mil.

Apesar do aumento do número de mortos, as autoridades chinesas dizem que a propagação parece estar a estabilizar.

Estudo revela alta taxa de infeção de pessoal médico em Wuhan

Um estudo de médicos chineses, publicado numa revista de saúde norte-americana, revela que num só hospital de Wuhan, a cidade onde foi detetado o coronavírus, 40 elementos do pessoal médico foram infetados desde o início do surto.

O estudo volta a colocar em causa as formas de infeção e questiona as medidas tomadas no início do surto em Wuhan.

Veja também: