Coronavírus

Primeiro caso de Covid-19 em instituições da UE com sede em Bruxelas

Um funcionário da Agência Europeia de Defesa é o primeiro caso confirmado de infeção pelo novo coronavírus.

Especial Coronavírus

Um funcionário da Agência Europeia de Defesa (ADE) é o primeiro caso confirmado de infeção pelo novo coronavírus nas instituições europeias sedeadas em Bruxelas, revelou hoje esta agência da União Europeia. O funcionário em questão, que se torna o 25.º caso positivo por Covid-19 contabilizado na Bélgica, regressou de Itália em 23 de fevereiro passado, após passagens por Milão e Cortina, começou a apresentar sintomas ligeiros no passado sábado e, depois de os testes terem acusado positivo, está atualmente em auto- isolamento em casa, precisou a ADE, num comunicado hoje divulgado.


A EDA indica que informou pessoalmente "os poucos funcionários que estiveram em contacto próximo com o colega" que permaneçam isolados por 14 dias, como medida de precaução.


Na sequência deste caso, a agência decidiu cancelar todas as reuniões agendadas para as suas instalações até 13 de março, bem como todas as deslocações de funcionários a reuniões externas até à mesma data.


A Agência Europeia de Defesa foi criada em 2004 e tem por missão ajudar os seus 26 membros (todos os países da UE menos a Dinamarca) a desenvolver os respetivos recursos militares.


Com sede em Bruxelas, a ADE tem cerca de 140 efetivos e é dirigida pelo Alto Representante da União para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança e Vice-Presidente da Comissão Europeia, Josep Borrell.

Veja também:


O surto de Covid-19, detetado em dezembro, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou cerca de 3.200 mortos e infetou mais de 93 mil pessoas em 78 países, incluindo cinco em Portugal.


Das pessoas infetadas, cerca de 50 mil recuperaram.


Além de 2.983 mortos na China, há registo de vítimas mortais no Irão, Itália, Coreia do Sul, Japão, França, Hong Kong, Taiwan, Austrália, Tailândia, Estados Unidos da América e Filipinas.


Um português tripulante de um navio de cruzeiros está hospitalizado no Japão com confirmação de infeção.


Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou cinco casos de infeção, dos quais quatro no Porto e um em Lisboa.


A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para "muito elevado".

MAPA INTERATIVO MOSTRA EM TEMPO REAL OS PAÍSES AFETADOS PELO CORONAVÍRUS

A Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, criou, em conjunto com outras entidades, um mapa interativo que permite acompanhar a evolução do coronavírus no mundo.