Coronavírus

Confirmado primeiro caso de coronavírus na Colômbia

Carlos Ortega

Turista de 19 anos que chegou a Bogotá.

Especial Coronavírus

A Colômbia confirmou esta sexta-feira o primeiro caso de infeção pelo Covid-19, uma turista de 19 anos que chegou a Bogotá, capital do país, vinda de Milão, em Itália, anunciou o Ministério da Saúde colombiano.

De acordo com um comunicado divulgado pela tutela, citado pela agência France-Presse, a turista, cuja nacionalidade não foi especificada, apresentava sintomas de infeção pelo novo coronavírus e contactou com as autoridades sanitárias, que "recolheram amostras para análise".
O Instituto Nacional de Saúde colombiano confirmou, entretanto, "os resultados positivos", acrescenta a nota.

Segundo uma publicação na rede social Twitter da presidente do município de Bogotá, Cláudia López Hernández, a jovem chegou à capital da Colômbia em 26 de fevereiro, e foi internada em 02 de março numa unidade de saúde no norte da cidade.

"O primeiro caso de Covid-19 foi confirmado devido ao protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde da Colômbia e pela Secretaria Distrital de Saúde para deteção, transferência e verificação. Isso dá-nos tranquilidade de que a planificação estabelecida previamente funcionou", realçou numa segunda publicação a líder do executivo camarário.

O número de pessoas infetadas pelo Covid-19 em todo o mundo ultrapassou os 100 mil, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP), com dados atualizados às 15:00 de hoje.

No total, a epidemia já infetou 100.002 pessoas, das quais 3.407 morreram, em 91 países.

Desde o último balanço divulgado pela AFP às 09:00 de hoje, foram registadas 1.879 novas contaminações e 22 mortes. Só no Irão, foram registados 1.234 novos casos e 17 mortes.

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia eclodiu no final de dezembro, tinha 80.552 casos, incluindo 3.042 mortes.

Na lista dos países mais afetados surgiam, depois da China, a Coreia do Sul (6.284 casos, 42 mortes), Irão (4.747 casos, 124 mortes), Itália (3.858 casos, 148 mortes) e França (577 casos, nove mortes).

A Ásia registava, às 15:00 de hoje, um total de 88.388 casos (3.101 mortes), a Europa 6.284 casos (165 mortes), o Médio Oriente 4.993 (121 mortes), Estados Unidos e Canadá 194 casos (12 mortes), Oceânia 68 (2 mortes), África 41 pessoas infetadas e América Latina e Caribe 34 pessoas casos do novo coronavírus.

Este balanço da AFP foi elaborado com dados recolhidos junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Portugal tem 13 casos confirmados de Covid-19, quatro dos quais confirmados hoje pela ministra da Saúde, Marta Temido (três no norte do país e um em Lisboa).

A epidemia de Covid-19, detetado em dezembro, na cidade chinesa de Wuhan, província de Hubei, pode causar infeções respiratórias como pneumonia.

A OMS declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para "muito elevado".

Veja mais: