Coronavírus

Argentina impõe quarentena a viajantes de países mais afetados pelo coronavírus

Agustin Marcarian

O país contabiliza até hoje 19 casos confirmados de coronavirus e um morto.

A Argentina vai tornar obrigatória a quarentena para os cidadãos que cheguem ao país provenientes de países com alta circulação do novo coronavírus e admite suspender os espetáculos públicos, anunciou hoje o Presidente, Alberto Fernández.

"A pessoa que cumpre essa quarentena de 14 dias depois de viajar tem a obrigação ficar em solidão na sua casa, não de forma voluntária como até hoje, mas com as consequências que isso supõe. Se não o cumprir está a incorrer num delito que é pôr em risco a saúde pública", avisou Fernández em entrevista à rádio Delta de Buenos Aires.

A Argentina contabiliza até hoje 19 casos confirmados de coronavirus e um morto, um homem de 64 anos que morreu no sábado e se tornou a primeira vítima do Covid-19 na América Latina.

Todos os casos são importados, e não se detetou até agora um caso de contágio local, anunciou o Ministério da Saúde.

O Presidente admitiu ainda impedir a entrada no país a pessoas que viajem desde Itália e disse estar a avaliar a eventual suspensão dos espetáculos. A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.300 mortos no mundo.

O número de infetados ultrapassou as 120 mil pessoas, com casos registados em 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 59 casos confirmados.

Face ao avanço da epidemia, vários países têm adotado medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena inicialmente decretado pela China na zona do surto.

A Itália é o caso mais grave depois da China, com mais de 10.000 infetados e pelo menos 631 mortos, o que levou o Governo a decretar a quarentena em todo o país.

Veja também:

  • 140 mortos e 6.408 casos de Covid-19 em Portugal

    Coronavírus

    O último balanço da DGS refere a existência de 140 mortes e 6.408 infetados com o novo coronavírus em Portugal. Mais 21 óbitos e 446 casos em relação a ontem, o que representa um aumento de 7,5% no número de casos. Arrancou hoje um programa de testes à Covid-19 em todos os lares de idosos do país. A medida do Governo visa evitar novos focos de contágio. Siga aqui ao minuto as últimas informações sobre a pandemia.

    Direto

    SIC Notícias