Coronavírus

Todas as escolas fechadas até 12 de abril

MÁRIO CRUZ

Encerramento entra em vigor na segunda-feira.

Especial Coronavírus

As escolas de todos os graus de ensino vão suspender todas as atividades letivas presenciais a partir de segunda-feira devido ao surto de Covid-19, anunciou esta noite o primeiro-ministro, António Costa, numa declaração ao país.

Esta medida, temporária, vigora até ao fim do período letivo, antes das férias da Páscoa, e será reavaliada a 9 de abril.

A medida vai atingir mais de dois milhões de alunos: Só no ensino pré-escolar estão inscritas cerca de 240 mil crianças, no ensino básico e secundário são quase 1,4 milhões e nas instituições de ensino superior perto de 373 mil alunos. A estes juntam-se ainda as crianças das creches.

O primeiro-ministro falou na hipótese de os alunos poderem continuar a aprender à distância durante o período de isolamento.

No que diz respeito aos pais que tenham de ficar com os filhos em casa, António Costa explicou que será criado "um mecanismo especial que assegure remuneração parcial em conjunto com as entidades patronais de forma a minorar o impacto negativo no rendimento das famílias”.

António Costa revelou também que os apoios aos familiares que estão com alguém de quarentena e as baixas médicas serão “extensíveis aos trabalhadores independentes, a recibos verdes”.

As discotecas vão ser encerradas. Restaurantes e centros comerciais terão limitações de acesso e de ocupação, bem como as visitas a lares de idosos.

Lisboa, Portugal

Lisboa, Portugal

Rafael Marchante

SIGA AO MINUTO AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE O SURTO DE COVID-19

Veja mais: