Coronavírus

Universidade da Madeira suspende todas as atividades presenciais

MARIO CRUZ / LUSA

Esta é uma tomada de medidas de "caráter urgente de resposta à situação epidemiológica" provocada pelo Covid- 19.

Especial Coronavírus

A Universidade da Madeira informou esta sexta-feira estarem suspensas todas as atividades letivas e não letivas presenciais a partir de segunda-feira devido às medidas adotadas relacionadas para combater a pandemia do Covid-19.

A informação divulgada pela Universidade da Madeira segue as medidas delineadas pelo Governo da República, após Conselho de Ministros, na quinta-feira.

Adianta que esta é "uma situação extraordinária" e que será "reavaliada a 9 de abril".

Esta é uma tomada de medidas de "caráter urgente de resposta à situação epidemiológica" provocada pelo Covid- 19.

"Dado que é necessário deliberar sobre a aplicação da referida suspensão de atividades da Universidade, a Reitoria irá, durante o dia de hoje, informar a Academia sobre as medidas concretas a adotar", acrescenta a mesma nota.

Na Região Autónoma da Madeira não há registo de qualquer caso de infeção por Covid-19. As autoridades indicaram que há "quase uma centena de pessoas" que estão a ser acompanhadas de acordo com as regras previstas.

Os números do coronavírus

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro de 2019, na China, e já provocou mais de 4.900 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.

O número de infetados ultrapassou as 131 mil pessoas, com casos registados em mais de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 112 casos confirmados.

As escolas de todos os graus de ensino vão suspender todas as atividades letivas presenciais a partir de segunda-feira, devido ao surto Covid-19, anunciou na quinta-feira o primeiro-ministro, António Costa, numa declaração ao país.

Várias universidades e outras escolas já tinham decidido suspender as atividades letivas.

Veja também: