Coronavírus

Costa manifesta "consternação e pesar" pela primeira vítima mortal de coronavírus

ANTÓNIO PEDRO SANTOS

O primeiro-ministro considera que este é um "momento de respeito".

Especial Coronavírus

O primeiro-ministro, António Costa, manifestou esta segunda-feira "consternação e pesar" pela morte da primeira vítima de Covid-19 em Portugal, considerando que este "momento de respeito" deve servir para reforçar a consciência coletiva dos riscos.

"Foi com consternação e pesar que recebi a notícia do falecimento da primeira vítima de Covid-19 em Portugal. Este, que é um momento de respeito, deve servir também para reforçarmos a consciência coletiva dos riscos que corremos. Façamos tudo o que depende de nós, enquanto comunidade, para contermos esta pandemia", pode ler-se numa publicação na página oficial de António Costa no Twitter.

O primeiro-ministro apresenta ainda as suas condolências à família e amigos da vítima mortal.Portugal registou a primeira morte de uma pessoa infetada com o novo coronavírus, anunciou hoje a ministra da Saúde, Marta Temido.

Trata-se de um homem de 80 anos, que tinha "várias patologias associadas" e estava internado há vários dias, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, disse a ministra, que transmitiu as condolências à família e amigos.

Em Portugal, 331 pessoas foram infetadas até hoje com o vírus da pandemia Covid-19, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde.

Veja também:

  • 140 mortos e 6.408 casos de Covid-19 em Portugal

    Coronavírus

    O último balanço da DGS refere a existência de 140 mortes e 6.408 infetados com o novo coronavírus em Portugal. Mais 21 óbitos e 446 casos em relação a ontem, o que representa um aumento de 7,5% no número de casos. Arrancou hoje um programa de testes à Covid-19 em todos os lares de idosos do país. A medida do Governo visa evitar novos focos de contágio. Siga aqui ao minuto as últimas informações sobre a pandemia.

    Direto

    SIC Notícias