Coronavírus

Primeira morte em Portugal devido ao coronavírus

MANUEL DE ALMEIDA

Homem tinha 80 anos.

A ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou esta segunda-feira a primeira morte em Portugal devido ao coronavírus. Trata-se de um homem de 80 anos que morreu ao início da tarde no Hospital de Santa Maria.

O doente tinha "várias patologias associadas" e estava internado há vários dias, em Lisboa, disse a ministra, que transmitiu as condolências à família e amigos.

Marta Temido disse que era um momento de "pesar e de reflexão", pelo que a conferência de imprensa seria muito curta. A ministra agradeceu aos profissionais de saúde do Hospital de Santa Maria no apoio ao doente e agradeceu também a todos os profissionais de saúde "pelo enorme esforço diário" para garantir que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) continua a funcionar.

Entretanto, o Presidente da República apresentou os seus sentidos pêsames à família da primeira vítima mortal, através de uma nota publicada no site oficial da Presidência.

Os números da Covid-19

Em Portugal, 331 pessoas foram infetadas até esta segunda-feira com o vírus da pandemia Covid-19, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou cerca de 170 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 6.500 morreram.

Das pessoas infetadas, mais de 75 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 140 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Depois da China, que regista a maioria dos casos, a Europa tornou-se o epicentro da pandemia, com mais de 55 mil infetados e pelo menos 2.335 mortos.

A Itália com 1.809 mortos (em 24.747 casos), a Espanha com 297 mortos (8.794 casos) e a França com 127 mortos (5.423 casos) são os países mais afetados na Europa.

Face ao avanço da pandemia, vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Veja também: