Coronavírus

Supermercados com horários de atendimento exclusivo para profissionais de saúde, bombeiros e polícias

PAULO NOVAIS

Uma hora antes da abertura ao público algumas cadeias de supermercados atendem em exclusivo os trabalhadores destas áreas.

Saiba mais...

Vários supermercados estão a disponibilizar horário de atendimento exclusivo para profissionais de saúde, bombeiros e forças de segurança e atendimento privilegiado para maiores de 65 anos, face à pandemia Covid-19.

Na terça-feira a cadeia de supermercados alemã ALDI e os hipermercados E.leclerc decidiram criar horários exclusivos para os profissionais de saúde, bombeiros e forças de segurança.

A estes dois juntam-se agora as cadeias Lidl e El Corte Inglês.

Em resposta à agência Lusa a Lidl explica que a partir de hoje e em qualquer uma das 258 lojas em Portugal continental, irá ser disponibilizada uma hora de acesso privilegiado: 30 minutos antes do horário de abertura e entre as 19h e as 19h30 (30 minutos após o horário de fecho).

Este acesso é exclusivo para forças de segurança pública, proteção civil, bombeiros e profissionais de saúde.

O acesso às lojas continuará a ser feito de forma restrita, estando limitado o número de clientes em função da área de venda de cada loja.

Esta cadeia alemã de supermercados indicou também hoje o reforço de equipas nas suas lojas e entrepostos, de norte a sul, anunciando a contratação de 500 colaboradores e a implementação de um conjunto de medida para reforçar a segurança dos colaboradores: reforço do gel desinfetante em todas as lojas e entrepostos, reforço da limpeza de materiais e equipamentos, a instalação de uma estrutura acrílica nas caixas de pagamento e a colocação de marcas no chão, assinalando a distância de segurança, na linha de caixa.

Por outro lado, adianta a marca em nota de imprensa enviada à Lusa, os clientes estão a ser também sensibilizados para a adoção de boas práticas, apelando não só ao respeito por todos, como à manutenção de distância de segurança e ao pagamento por Contacless ou MB Way, em vez de dinheiro.

A cadeia El Corte Inglês também anunciou a criação de horários exclusivos para profissionais de saúde, bombeiros e forças de segurança e atendimento privilegiado para maiores de 65 anos.

Os supermercados deste grupo estão abertos ao público em geral entre as 10:00 e as 19:00, mas os grandes armazéns de Lisboa e Gaia estão parcialmente encerrados, mantendo-se apenas em funcionamento as áreas de informática, telecomunicações e alimentação para animais, além dos supermercados e dos espaços saúde.

Uma hora antes da abertura ao público os supermercados atendem em exclusivo profissionais da área de saúde, forças de segurança, proteção civil e pessoas de idade superior a 65 anos ou de especial vulnerabilidade.

Por outro lado, adianta o El Corte Inglês, serão assegurados os seus serviços de entregas ao domicílio e de recolhas no parque como é o caso do 'Click & Car', sendo possível as compras através da loja online.

A cadeia de supermercados Aldi, decidiu que os profissionais de saúde, bombeiros e forças de segurança poderiam fazer as suas compras entre as 9:00 e as 10:00, todos os dias, mediante a apresentação de um comprovativo profissional.

Os hipermercados E.leclerc anunciaram, em comunicado, que devido à crise gerada pela Covid-19 estão abertos entre as 8:00 e as 9:00 em exclusivo para atender elementos das forças de segurança, bombeiros e profissionais de saúde, que têm ao seus dispor as caixas de pagamento automático.

SIGA AQUI AO MINUTO AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Veja também:

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 250 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 10.400 morreram.

Das pessoas infetadas, mais de 89.000 recuperaram da doença.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 1.020, mais 235 do que na quinta-feira.

O número de mortos no país subiu para seis.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

  • 16:26