Coronavírus

Segunda morte em lar da Misericórdia de Santo Tirso

Shaun Best

A primeira morte no lar da Misericórdia de Santo Tirso vítima da Covid-19 ocorreu a 2 de abril, no Hospital São João, no Porto.

Especial Coronavírus

O Lar Dra. Leonor Beleza, em Santo Tirso, registou esta quinta-feira a segunda morte por infeção do novo coronavírus, um idoso internado na unidade de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave, disse hoje à Lusa a porta-voz da misericórdia.

Segundo Sara Almeida e Sousa, o óbito ocorreu durante a última madrugada, depois de ter dado entrada "no fim de semana sem sinais da doença, posteriormente ter testado positivo, acabando por falecer devido a uma pneumonia".

A primeira morte no lar da Misericórdia de Santo Tirso vítima da Covid-19 ocorreu a 02 de abril, no Hospital São João, no Porto.

A publicação da Santa Casa no Facebook informa ainda, quanto aos infetados, que o número de utentes subiu de 23 para 25 e o de colaboradores de 21 para 22, havendo ainda oito utentes com resultado inconclusivo. No total, são agora 47 os infetados naquela resposta social.

Com testes de resultado negativo, prossegue a atualização diária, estão 39 utentes e 37 colaboradores, encontrando-se a aguardar resultados 19 utentes e oito colaboradores.

Na outra valência, o Lar José Luiz d'Andrade, também em Santo Tirso, subiu de quatro para cinco o número utentes infetados, enquanto o de colaboradores é hoje de 14, mais quatro que na quarta-feira.

Com testes efetuados e resultado negativo estão 12 colaboradores e há ainda três utentes e quatro colaboradores a aguardar resultados.

Numa altura em que estão 60 utentes por testar naquela valência, a Santa Casa informou que a "Câmara de Santo Tirso garantiu hoje a disponibilidade de 55 testes a efetuar na próxima segunda-feira aos utentes do lar".