Coronavírus

Inquilinos podem suspender rendas durante estado de emergência

© Reuters

É abrangido quem teve quebras superiores a 20% nos rendimentos e têm de ser comprovadas.

Especial Coronavírus

Por causa da pandemia de Covid-19, o Governo garante que os inquilinos podem suspender as rendas sem autorização do senhorio. É abrangido quem teve quebras superiores a 20% nos rendimentos e têm de ser comprovadas.

Os inquilinos têm de notificar os senhorios por escrito até cinco dias antes do vencimento da primeira renda.

As rendas podem ficar suspensas durante os meses em que estiver decretado o estado de emergência, e até um mês depois, ou seja, neste caso até maio.

Ainda durante este período, em que as rendas estiverem suspensas, os senhorios não podem rescindir os contratos nem exigir indemnizações aos inquilinos.

Além disso, fica congelada a suspensão dos contratos de arrendamento cujo prazo termine nos próximos meses.

Os inquilinos têm depois de pagar as mensalidades em atraso.

  • 53:58