Coronavírus

Centeno não exclui hipótese de emissão de dívida conjunta dos países da UE

PATRICIA DE MELO MOREIRA / EU COUNCIL HANDOUT

Entrevista do Presidente do Eurogrupo ao jornal italiano Corriere della Sera.

Saiba mais...

Mário Centeno continua sem descartar a hipótese de emissão de Eurobons para enfrentar a crise do novo coronavírus na União Europeia.

Em entrevista ao jornal italiano Corriere della Sera, o Presidente do Eurogrupo explica que, embora tenha sido aprovada a criação de um fundo europeu de recuperação para fazer face à crise, a hipótese da emissão de dívida conjunta dos 27 não está de todo excluída.

Sobre o impacto do novo coronavírus, à semelhança da previsão para Portugal, Mário Centeno diz que o Produto Interno Bruto da União Europeia vai demorar pelo menos dois anos a chegar a níveis de 2019.

ESPECIAL NOVO CORONAVÍRUS

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19