Coronavírus

Funcionária obrigada a levar mãe para o trabalho por não ter com quem a deixar

Pediu para trabalhar de casa, mas foi-lhe negado.

Especial Coronavírus

Uma funcionária judicial de Portimão, no Algarve, viu-se esta semana obrigada a levar a mãe para o trabalho, por não ter quem possa tratar dela, uma mulher idosa de 82 anos dependente.

A trabalhadora, que está no Departamento de Investigação e Ação Penal, queixa-se que a comarca de Faro não só não lhe permitiu ficar exclusivamente em teletrabalho, como acabou por proibir, na terça-feira, que a mãe fosse com ela para o tribunal.

Entretanto, a funcionária enviou uma carta ao Presidente da República a fazer notar que as medidas de resposta à Covid-19 só preveem apoio a quem ficar em casa a cuidar de crianças com menos de 12 anos.

SIGA AQUI AO MINUTO AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS