Coronavírus

Liga anuncia nova data para o regresso do campeonato

StockSnap

Faltam 10 jornadas para o final do campeonato.

Especial Coronavírus

A Liga Portuguesa anunciou esta terça-feira que a 25.ª jornada do campeonato deverá começar a ser jogada no dia 4 de junho, uma quinta-feira.

Até essa data, todos os estádios vão ser vistoriados e vão ser realizados testes médicos a todos os profissionais envolvidos nos jogos e na organização.

No passado domingo, a DGS emitiu o parecer técnico sobre as condições do regresso à competição, no seguimento da decisão do Governo do passado dia 30 de abril.

Santa Clara vai jogar na Cidade do Futebol

O Santa Clara vai treinar e realizar os restantes jogos, como visitado, da I Liga na Cidade do Futebol, em Oeiras. A informação foi hoje avançada pelo clube açoriano, através de um comunicado no site oficial.

"Tendo em consideração, os tempos excepcionais que vivemos, (...) a Santa Clara Açores, Futebol S.A.D em sequência das normas impostas pelo protocolo emitido pela DGS no passado dia 10 de Maio, informa que (...) irá realizar os jogos em falta referentes à Liga NOS, na condição de visitado nas instalações da Cidade do Futebol, a qual funcionará como centro de estágio até ao final da presente temporada", lê-se na nota.

O Santa Clara agradece "toda a disponibilidade, eficiência e solidariedade" da FPF, especificamente a do presidente Fernando Gomes e do CEO Tiago Craveiro, que, segundo os açorianos, "manifestaram total abertura para ajudar" o emblema insular.

A Cidade do Futebol, casa das seleções nacionais, é assim o primeiro recinto confirmado para receber pelo menos cinco dos 90 encontros que faltam disputar na I Liga, referentes às 10 jornadas ainda por realizar.

Regresso ao campeonato contestado por jogadores, treinadores e presidentes

As regras para o regresso do futebol têm sido contestadas por jogadores, treinadores e presidentes dos clubes. Há quem diga que é impossível seguir as normas de conduta da Direção-Geral de Saúde.

Para Pinto da Costa, presidente do FC Porto, a liberdade dos jogadores está a ser posta em causa porque os profissionais vão ser obrigados a circular apenas entre o estádio e a sua residência. Já para Paulo Meneses, presidente do Paços de Ferreira, a DGS está a esconder a falta de condições que existe para o regresso da Primeira Liga.

Faltam pouco mais de 15 dias para o regresso do campeonato e, até ao momento, existem 11 casos de jogadores infetados com coronavírus. Muitas equipas não sabem onde nem como vão jogar, como é o caso do Santa Clara, equipa açoriana, que já pediu uma resposta urgente sobre como se vão jogar estas últimas 10 jornadas.