Coronavírus

Trabalhadores da Sonae no Cartaxo fazem teste à Covid-19 depois de caso positivo

Fernando Vergara

A Câmara do Cartaxo afirma que a empresa está a adotar "medidas de prevenção de contágio".

Especial Coronavírus

Os trabalhadores da unidade de logística da Sonae (bazar e casa) situada na Cruz do Campo, freguesia de Pontével, concelho do Cartaxo, fizeram esta terça-feira testes à covid-19, depois de um deles ter testado positivo na segunda-feira.

Em comunicado, a Câmara do Cartaxo (no distrito de Santarém) afirma que a unidade, que emprega 46 pessoas, na sua maioria residentes fora do concelho, foi visitada na segunda-feira por elementos do Serviço Municipal de Proteção Civil, acompanhados pela autoridade de saúde local, para aferição das "medidas de contingência" adotadas pela empresa.Segundo o município, durante essa visita, foi comunicada a existência de um caso positivo de covid-19 e que, por iniciativa da empresa, os trabalhadores iriam realizar hoje o teste.

A Câmara do Cartaxo, presidida por Pedro Magalhães Ribeiro, afirma que a empresa está a adotar "medidas de prevenção de contágio", salientando que as indicações da Direção-Geral da Saúde estão "a ser cumpridas e que é fornecida informação aos trabalhadores (...), quer através do sistema interno de som, quer através de informação afixada em português e inglês".

"As recomendações aos trabalhadores vão desde as regras de utilização dos equipamentos de proteção individual, passando pela higienização pessoal e dos materiais de trabalho, até aos comportamentos recomendados nos transportes públicos, nos momentos de vida em família ou de socialização fora da unidade de logística", afirma a nota.

Os horários foram organizados no sentido de serem desfasados "os tempos de pausa e refeições, para diminuir a possibilidade de concentração de pessoas nos espaços comuns", acrescenta.

O município sublinha que este entreposto "não trata bens alimentares, tendo como tarefa principal o tratamento de bens utilitários -- casa e bazar --, ou embalamento de artigos de campanhas específicas para distribuição nas lojas Continente".

Portugal contabiliza pelo menos 1.436 mortos associados à covid-19 em 32.895 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado hoje.

O número de pessoas hospitalizadas desceu de 471 para 432, das quais 58 se encontram em unidades de cuidados intensivos (menos seis).

O número de doentes recuperados é de 19.869.Portugal entrou no dia 03 de maio em situação de calamidade devido à pandemia, que sexta-feira foi prolongado até 14 de junho, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

Esta fase de combate à covid-19 prevê o confinamento obrigatório apenas para pessoas doentes e em vigilância ativa e o uso obrigatório de máscaras ou viseiras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

  • 15:42