Coronavírus

Irão regista 221 mortos por Covid-19 em 24 horas. Um novo máximo no país

População protege-se através da utilização de máscara, na cidade de Teerão, capital do Irão.

ABEDIN TAHERKENAREH

É o país mais afetedo pela pandemia.

Especial Coronavírus

O Irão anunciou hoje um novo recorde no número de mortos devido ao novo coronavírus com 221 vítimas nas últimas 24 horas, numa altura em que a epidemia vem ganhando terreno há várias semanas no país.

"Infelizmente, nas últimas 24 horas perdemos 221 dos nossos compatriotas devido à doença Covid-19, o número de mortos atinge agora os 12.305", declarou Sima Sadat Lari, porta-voz do Ministério da Saúde, durante a conferência de imprensa diária transmitida pela televisão.

A República Islâmica, que anunciou os seus primeiros casos do vírus SARS-CoV-2 a 19 de fevereiro, é de longe o país mais afetado do Médio Oriente.

"O número de (novos) doentes identificados (desde quarta-feira) é de 2.079", indicou a porta-voz. O total de infetados no Irão passa assim para os 250.458.

Autoridades ponderam impor novas restrições devido ao aumento exponencial casos

Face ao recrudescimento da doença, as autoridades tornaram obrigatório o uso de máscara em locais públicos cobertos e consideram impor novas restrições nas províncias mais afetadas pela pandemia.

Conter o coronavírus "requer a vossa ajuda, caro povo, ouvindo os nossos conselhos", disse Lari, renovando o seu habitual apelo ao uso de máscara e ao respeito pelo distanciamento social.

A pandemia de Covid-19, transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro em Wuhan (China), já provocou mais de 549 mil mortos e infetou mais de 12 milhões de pessoas em todo o mundo, segundo um balanço da agência France Presse.