Coronavírus

Novo coronavírus já infetou mais de 13 milhões de pessoas no mundo

Apelos à prevenção na abertura de um centro comercial em Nova Iorque, EUA.

Maranie Staab

Os Estados Unidos da América continuam a ser o país mais afetado pela pandemia.

Especial Coronavírus

A pandemia da doença provocada pelo novo coronavírus já infetou mais de 13 milhões de pessoas em todo o mundo, de acordo com o último balanço feito pela France-Presse (AFP), às 20:00 GMT, junto de fontes oficiais.

A AFP dá conta de que o número total de pessoas infetadas pelo SARS-CoV-2 desde o início da pandemia é de 13.000.166, das quais 569.990 morreram.

Os Estados Unidos da América (EUA) continuam a ser o país mais afetado pelo novo coronavírus, registando 3.341.838 infeções, incluindo 135.425 óbitos.

Os países da América Latina e Caraíbas registaram, até agora, 3.380.218 casos (144.847 mortes). Já a Europa contabilizou 2.849.335 casos positivos de covid-19 (202.780 óbitos).

O número de contágios continua a aumentar, com 2,6 milhões de novos casos registados desde 01 de julho.

Regras de combate à Covid-19 não estão a ser cumpridas nas praias do Brasil

Com mais de 72 mil mortes por Covid-19, a pandemia no Brasil tem registado números estáveis, mas estes números ainda permanecem muito altos e a população tem diminuído o distanciamento social.

No domingo houve muito movimento e descumprimento de regras de distanciamento nas áreas de lazer cariocas. É permitido nadar e fazer surf nas praias cariocas, mas é proibido permanecer na areia.

A AFP adverte que o número de infeções reflete apenas uma parte do número real de casos, uma vez que muitos países não estão a fazer um rastreamento da Covid-19 em grande escala, alguns por falta de recursos.