Coronavírus

Mulher de Bolsonaro infetada com o novo coronavírus

Marco Bello

A Presidência brasileira informou que Michelle Bolsonaro encontra-se bem e que a partir de agora irá seguir "todos os protocolos estabelecidos".

Saiba mais...

Michelle Bolsonaro, mulher do Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo para o novo coronavírus, informou o Governo brasileiro em nota oficial.

O teste ao novo coronavírus da mulher de Bolsonaro deu positivo dias depois do Presidente brasileiro anunciar que está curado da doença.

Na nota divulgada, citada pela G1, a Presidência informa que Michelle Bolsonaro encontra-se bem e que a partir de agora irá seguir "todos os protocolos estabelecidos" para o tratamento da doença.

A primeira-dama participou na última quarta-feira numa cerimónia no Palácio do Planalto, onde discursou. A primeira-dama apareceu ao lado do Presidente e usava máscara. No mesmo evento, segundo a G1, também estiveram presentes as ministras da Agricultura e da Mulher, Família e Direitos Humanos e o líder do Governo na Câmara dos Deputados.

A primeira-dama brasileira foi sujeita a teste quando Bolsonaro deu positivo, mas tanto Michelle como as duas filhas tiveram, na altura, resultado negativo.

"As minhas filhas e eu testámos negativo para a covid-19. Agradeço as orações", disse numa mensagem publicada na rede social Instagram a 11 de julho.

Michelle mora com Bolsonaro e as filhas Letícia e Laura na residência oficial do Palácio da Alvorada.

O Brasil ultrapassou esta quarta-feira os 90.000 mortos e 2,5 milhões de pessoas infetadas pela covid-19, cerca de cinco meses após o novo coronavírus ser clinicamente detetado no país.

Segundo informações divulgadas pelo Ministério da Saúde brasileiro, no último dia foram registados 69.074 casos de infeção de covid-19 e 1.595 óbitos. O país totaliza assim 90.134 mortes e 2.552.265 pessoas infetadas.

Especialistas preveem situação crítica em agosto

Os especialistas dizem que o maior número de testes pode ser uma das explicações para o aumento de casos, mas o país ainda testa muito pouco em relação à média mundial.

As primeiras previsões eram de que pandemia no Brasil atingiria o pico no mês de abril. No entanto, com o avanço da doença pelos estados, os especialistas acreditam que o país possa enfrentar uma situação crítica em agosto.

Brasil reabre fronteiras aéreas para estrangeiros

Os passageiros terão de apresentar seguro de saúde e comprovativo de teste negativo. O levantamento da restrição, imposta em março, não se aplica em cinco estados brasileiros que continuam com a interdição até ao final de agosto.

  • Liga Europa

    "Águias" perderam com o Arsenal por 3-2 na 2.ª mão dos 16 avos-de-final.

    SIC Notícias

  • O exemplo inglês 

    Opinião

    Na década de oitenta, as tragédias de Heysel Park primeiro e de Hillsborough depois, atiraram a credibilidade do futebol inglês para a sarjeta.

    Duarte Gomes