Coronavírus

O caso de 3 portugueses que ficaram desempregados durante a pandemia 

Estes são alguns dos rostos por detrás dos números negros conhecidos esta semana: Carina, Natália e Miguel - apenas três entre os mais de 400 mil desempregados em Portugal.  

Especial Coronavírus

Depois de dois meses em lay-off, a empresa de Carina, em Vila do Conde, declarou insolvência. A fábrica têxtil onde Natália trabalhava, no Fundão, fechou ainda em março. Miguel é comercial em Lisboa, mas os clientes deixaram de comprar os produtos que vende.

São três casos de desempregados entre os mais de 407 mil que existem atualmente em Portugal.